quarta-feira, 25 de abril de 2012

Seja benção onde você vive

  “Delas e dos lugares ao redor do meu outeiro, eu farei benção; farei descer a chuva a seu tempo, serão chuvas de bênçãos” Ez 34:26


Como podemos ser benção no local onde passamos a maior parte do dia, ou seja, no trabalho, na faculdade, e principalmente em casa? Muitas pessoas têm deixado Deus de lado nos seus negócios, estudos e trabalhos. Se nós não participamos Deus no nosso cotidiano como poderemos desenvolver um relacionamento maior com Ele? A menos que nossa entrega seja por inteiro, Deus não poderá agir onde nós não o deixamos entrar.




Vamos aprender cinco pontos importantes para sermos benção em nosso ofício:
  • ·         Ouvir
  • ·         Comprometimento
  • ·         Prioridade
  • ·         Disposição
  • ·         Santidade
Nossas atividades embora sendo física e material, devem ser para fins espirituais, por exemplo, se eu não sou honesto em meu trabalho não adianta ir a igreja cantar louvores e fazer orações porque Deus conhece os meus procedimentos e minhas ações não correspondem com as palavras que saem da minha boca.

1 – Ouvir - Pv 13:1 “O filho sábio ouve a instrução do pai, mas o escarnecedor não atende à repreensão”.
Aquele que ouve a instrução se torna sábio. Mas para isso precisamos adquirir “Conhecimento” e usar nossa “Inteligência”.
Com a sabedoria edifica-se a casa, e com a inteligência ela se firma; pelo conhecimento se encherão as câmaras de toda a sorte de bens” (Pv 24:3-4).
Inteligentes todos nós somos, mas será que a temos utilizado bem? Não adianta adquirir conhecimento e não saber aplicá-lo, ser sábio é saber aplicar todo o meu conhecimento corretamente, trabalhando como para o Senhor. Como também não adianta pedir sabedoria a Deus se não buscarmos conhecimento e não utilizarmos a inteligência que Ele nos concedeu.
 “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens” (Cl 3:23).

2 – Comprometimento – Pv 24:27 “Cuida dos teus negócios lá fora, apronta a lavoura no campo e, depois, edifica a tua casa”.
Se nós não estivermos comprometidos inteiramente com o nosso trabalho, é melhor não começarmos a obra. Muitas vezes não estamos comprometidos inteiramente com aquilo que Deus nos deu, trabalhar para Deus não envolve somente trabalhos na igreja, e sim, oferecer sacrifícios de louvores agradáveis com a nossa vida através dos nossos procedimentos em todo lugar.
Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para concluir?” (Lc 14:28).
Deus quer que sejamos responsáveis com nossas obrigações, cuidando bem daquilo que Ele nos deu.

3 – Prioridade – Ag 1:9Esperastes o muito, e eis que veio a ser pouco, esse pouco, quando o trouxestes para casa, eu com um assopro o dissipei. Por quê? – diz o Senhor dos Exércitos; por causa da minha casa, que permanece em ruínas, ao passo que cada um de vós corre por causa de sua própria casa.
O que tem sido prioridade em nossas vidas? Vemos nesta passagem que o povo estava preocupado em construir suas casas sendo que o motivo para o qual Deus os levou de volta do cativeiro para Israel foi para construção do seu Templo. Quantas vezes temos priorizado o nosso trabalho, o nosso casamento, nossos estudos e deixado Deus em segundo plano?  Só não podemos esquecer que quem nos concedeu o trabalho, o casamento, o estudo foi Ele. Deixamos Deus em segundo plano por aquilo que ele nos deu.
“Porque tu és justo em tudo quanto tem vindo sobre nós; pois tu fielmente procedeste, e nós perversamente” (Ne 9:33).

4 – Disposição – Ag 1:14 O Senhor despertou o espírito de Zorobabel, filho de Salatiel, governador de Judá, e o espírito de Josué, filho de Jozadaque, o sumo sacerdote, e o espírito do resto de todo o povo; eles vieram e se puseram ao trabalho na Casa do Senhor dos Exércitos, seu Deus”.
O despertar vem de Deus, é ele que confirma em nosso coração a resposta certa para os planos da nossa vida. Temos que ter disposição para trabalhar, pois se estivermos parados esperando as coisas acontecerem, certamente não conseguiremos nada.
“O coração do homem traça o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos” (Pv 16:9).
Se não planejarmos nosso caminho, Deus não poderá guiar nossos passos.

5 – Santidade – Ag 2:14 “Assim é este povo, e assim esta nação perante mim, diz o Senhor; assim é toda a obra das suas mãos, e o que ali oferecem: tudo é imundo”.
Antes de lançarem os fundamentos do Templo do Senhor o povo estava oferecendo sacrifícios para Deus, porém, sacrifícios imundos (Ag 2:10-13). O fato de estarmos trabalhando na casa de Deus, ou para Deus em qualquer outro lugar não nos exime dos nossos pecados praticados. Deus exige Santidade na sua obra, quando o homem entra em contato com o pecado ele se torna impuro, pode-se transmitir contaminação de um objeto para outro ou de uma pessoa para outra, mas não se pode transmitir santidade. O mesmo princípio aplica-se à saúde: você pode transmitir uma enfermidade a pessoas saudáveis e levá-las a adoecer, mas não pode dividir com elas sua saúde.

Deus quer fazer de você uma benção, então seja uma benção onde você estiver, ouça a instrução e a use com inteligência e sabedoria, tenha compromisso e responsabilidade em suas obrigações, priorize Deus em sua vida, trabalhe com disposição, e por último, ofereça tudo isso vivendo em SANTIDADE, e ao seu tempo descerão chuvas, e serão chuvas de bênçãos na sua vida. Amém!

Pv 22:29 “Vês a um homem perito na sua obra? Perante reis será posto; não entre a plebe”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A instituição responsável pela educação é a família e não o Estado

As crianças e adolescentes de nosso país estão sofrendo violações de direitos fundamentais inerentes à sua faixa etária. E uma das mais r...