segunda-feira, 15 de outubro de 2012

A chance de recomeçar, a Nova vida nasce da Velha


“O que escapou da casa de Judá e ficou de resto tornará a lançar raízes para baixo e dará fruto por cima; porque de Jerusalém sairá o restante, e do monte Sião, o que escapou. O zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto. Pelo que assim diz o SENHOR acerca do Rei da Assíria: Não entrará nesta cidade, nem lançará nela flecha alguma, não virá perante ela com escudo, nem há de levantar tranqueiras contra ela. Pelo caminho por onde vier, por esse voltará; mas nesta cidade não entrará, diz o SENHOR. Porque eu defenderei esta cidade, para a livrar, por amor de mim e por amor do meu servo Davi.” Is 37:31-35

Nosso Deus é maravilhoso, enquanto duvidamos de suas promessas para nossas vidas ele permanece fiel mesmo quando nós não confiamos nele. Nesta passagem aprendemos algo muito importante, Deus quer trabalhar em nós, Ele quer nos transformar em homens de Fé. Deus promete que aquele restante, o remanescente de Judá tornaria a lançar suas raízes para baixo e dariam frutos por cima. Muitas vezes olhamos para o estado em que uma pessoa se encontra e dizemos que esta pessoa não tem mais jeito, paramos de orar por ela, culpamos seus pais pelo que ela se tornou e às vezes até culpamos a Deus. Porém o Senhor tem planos para esta vida, mesmo que ela esteja toda machucada com os sofrimentos, lutas e desafios que o inimigo travou contra ela, porque Deus prometeu por amor do seu nome que pouparia seu remanescente e os plantaria novamente na terra. Saiba que ele tem defendido sua família até hoje por amor do seu nome.

Confie somente em Deus, não em homens! -  Is 31:1 “Ai dos que descem ao Egito em busca de socorro e se estribam em cavalos; que confiam em carros, porque são muitos, e em cavaleiros, porque são mui fortes, mas não atentam para o Santo de Israel, nem buscam ao Senhor!”
Naquela época Israel estava dividia em dois reinos:
·         Reino do Norte: Israel – Capital Samaria
·         Reino do Sul: Judá – Capital Jerusalém
O Rei da Assíria já havia atacado o Reino do Norte e levado cativo aquele povo para sua terra, e trouxe estrangeiros para Samaria. O Rei da Assíria estava muito próximo de Judá e estava prestes a atacar Jerusalém. Os motivos pelos quais o povo de Deus estava sofrendo com estes ataques são os mesmos de toda a história e que chega até nós hoje: A idolatria, um povo que abandonou a Deus e fez aliança com outros reinos, ao invés de confiar em Deus buscavam ajuda de outros reis como Faraó do Egito.
O Rei de Judá era Ezequias (715-687 a.C), o seu nome significa “O Senhor fortalece” ele começou a reinar com 25 anos e reinou 29 anos em Jerusalém.
2Rs 18:5-7 “Confiou no SENHOR, Deus de Israel, de maneira que depois dele não houve seu semelhante entre todos os reis de Judá, nem entre os que foram antes dele”.
Com exceção de Davi e de Salomão, nenhum outro rei de Judá recebeu tanta atenção e aprovação quanto Ezequias. Porém, seu coração se exaltou e ele foi humilhado por ter se exaltado e confiado em si mesmo (2Cr 32:25-26), Ezequias buscou ajuda no Egito para se livrar do Rei da Assíria, desmerecendo toda a confiança no Deus que os havia livrado das mãos de Faraó em Êxodo.
Muitas vezes queremos ajudar nossos familiares, nossos amigos a saírem do buraco em que estão, e muitas pessoas tem buscado ajuda em lugares sem a aprovação de Deus e fazendo aliança com outras coisas que não procedem de Deus e por isso estão se decepcionando dia após dia.

Só em Deus poderemos vencer   Is 31-6-8 “Convertei-vos, pois, ó filhos de Israel, aquele de quem tanto vos afastastes. Pois, naquele dia, cada um lançará fora os seus ídolos de prata e os seus ídolos de ouro, que as vossas mãos fabricaram para pecardes. Então, a Assíria cairá pela espada, não de homem; a espada, não de homem, a devorará; fugirá diante da espada, e os seus jovens serão sujeitos a trabalhos forçados”
A idolatria humana está muito mais além do que pensamos ser. O Nosso “eu” o ídolo maior  é quem elege os ídolos menores e é quem determina o lugar de cada um deles, pois o coração humano é quem constrói toda a espécie de idolatria, porque hoje o homem busca satisfazer seu coração e se realizar através das coisas mais valorizadas pela sociedade, como dinheiro, poder, beleza, prazeres sexuais e etc,.

Calvino falou a respeito disso quando afirmou:

E não só isso, mas também que os seres humanos, quase que um a um, têm tido seus próprios deuses. Porque, como à ignorância e às trevas se adicionam a petulância, dificilmente um só jamais se achou que não fabricasse para si um ídolo ou imagem no lugar de Deus...Do que é lícito concluir que a imaginação do homem é, por assim dizer uma perpétua fábrica de ídolos”.
(As Institutas, I.V.12).

Se nós queremos derrotar a Assíria, precisamos rever nossos conceitos, olhar para o no interior, retirar todo nosso orgulho e aprendermos a confiar que Deus é quem luta por nós, e só nele poderemos vencer qualquer luta. A sua família precisa de você, então retire toda idolatria do seu coração, da sua vida e aprenda a confiar no Senhor de todo o coração.

“Sede fortes e corajosos, não temais, nem vos assusteis por causa do rei da Assíria, nem por causa de toda a multidão que está com ele; porque um há conosco maior do que o que está com ele. Com ele está o braço de carne, mas conosco, o SENHOR, nosso Deus, para nos ajudar e para guerrear nossas guerras” 2Cr 32:7-8.
“Bem- aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração se encontram os caminhos aplanados” Sl 84:5.

Renove sua aliança com o Senhor – 2Cr 29:10 “Agora, estou resolvido a fazer aliança com o SENHOR, Deus de Israel, para que se desvie de nós o ardor da sua ira”.
A nossa força está em nossa raiz. As raízes são os órgãos de alimentação, fixação e sustentação. Quanto mais profundas forem nossas raízes, mais fortes seremos, e mais frutos daremos, e serão bons frutos.
Jesus em Jo 15:5 diz que “Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer”.

Não importa se esta plantinha (você, alguém da sua família ou seu amigo) está toda machucada pelas dificuldades, pelas lutas, pelo pecado, pela idolatria, e que não tem encontrado nutrientes para dar frutos ou mesmo se manter de pé, se ela estiver disposta a lançar suas raízes em Deus terá que se abster de suas próprias vontades para fazer a vontade dele, e aprender a confiar nele. Deus prometeu por amor do seu nome que pouparia seu remanescente e os plantaria novamente na terra. Isso quer dizer que uma nova vida nasce da velha. Mesmo que seus ascendentes tenham feito o que era mal perante os olhos do Senhor, Ezequias escolheu lançar suas raízes, fazer uma nova aliança com o Senhor e viver uma nova história em seu reino.

“Creia nas promessas do Senhor para sua vida, confie nele, livre-se do seu orgulho, do pecado e renove sua aliança tornando a lançar suas raízes e renascendo para uma nova vida”.

2 comentários:

  1. Muito bom o estudo Thi...
    Deus pode dar vida onde ela nao existe, pena que nossa fé as vezes é tão pequena! Mas temos que crer, confiar que Ele tudo pode, por amor do Seu nome!
    Saudades mano... :)

    ResponderExcluir
  2. é isso aí, não deixe de interceder, crer e confiar em Deus! bjosss...saudades de vc maninha!

    ResponderExcluir

À procura da Felicidade

Em 2006 um filme estrelado por Will Smith retratou a história real da vida de Chris Gardner, um empresário norte-americado, investidor...