terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Conhecendo a natureza humana


Todo homem está em busca de algo que lhe falta, que possa lhe preencher, completar, realizar e satisfazer sua vida. O homem tem buscado de muitas formas dar sentido a vida, e tudo o que ele faz tem o objetivo de alcançar algo como: satisfação, realização e felicidade. O homem sempre está em busca de alguma coisa, porém, nada consegue satisfazer o estado natural em que se encontra. Isso tudo porque ele não conhece a si mesmo, o conhecimento da natureza humana é o princípio de uma grande descoberta. Estamos vivenciando uma época assustadora, crianças sendo assassinadas em escolas, pessoas sendo assaltadas e baleadas na porta de suas casas, e até em nossa cidade, tão pequena e tranqüila, fomos surpreendidos duas vezes com assaltos de madrugada em uma agência bancária. E agora todos dizem a vida não é justa! Será que a vida é injusta?
O Senhor abandonou a terra, o SENHOR não nos vê (Ezequiel 8:12, 9:9). Nos dias do profeta Ezequiel (593-570 a.C) o povo vivenciou dias terríveis por causa de sua própria iniqüidade. A terra estava cheia de crimes de sangue, e a cidade, cheia de violência (Ez 7:23), Deus mostrou a Ezequiel (capítulo 8) através de uma visão as grandes abominações que Israel fazia ali e que afastava Deus do seu santuário. Hoje nós somos o seu santuário, o templo do Espírito Santo (1Co 6:19). Cada um dentro do seu quarto com suas pinturas projetando suas imagens, homens adorando o sol e mulheres chorando por seu deus desconhecido, e depois diziam: “O Senhor abandonou a terra, o SENHOR não nos vê”.
Todo homem é pecador por natureza. O pecado está na essência moral da natureza humana. Temos uma natureza pecaminosa, o homem não pode por si mesmo, encontrar a solução para a sua culpa para resolver o problema do pecado. O pecado faz separação de Deus e o homem, mas ele é só o sintoma, a causa vem do nosso interior, do nosso coração. Einstein, o físico do Século XX, escreveu em 1948:
“O único verdadeiro problema de todos os tempos se acha no coração e nos pensamentos dos homens. Não se trata de um problema físico, mas de um problema moral. É mais fácil modificar a composição do plutônio do que a do espírito mau de um indivíduo. Não é o poder de explosão de uma bomba atômica que nos assusta, mas o poder da maldade do coração humano, sua força explosiva para o mal”.
Por isso Deus providenciou um salvador. Carecemos do perdão que existe apenas em Cristo que pode trazer a paz à consciência e felicidade ao coração humano. A primeira grande decisão que você precisa tomar é deixar de andar no seu próprio caminho e decidir andar no único caminho estabelecido por Deus (Jr 10:23). Pecado não é somente aquilo que se pratica de errado. A intenção de pecar já é pecado. As intenções, os pensamentos e as atitudes más são pecado.
O Senhor quer que todos os homens tenham um novo projeto de vida, que começa com a natureza de Cristo implantada em nós, dando-nos uma nova maneira de ser, sentir e agir. Ninguém tem uma vida interior perfeita, uma personalidade perfeita, só a Palavra de Deus possui o padrão de qualidade para reeducar o novo homem na mente Cristo, é aqui que entra o esforço humano, o homem precisa renovar sua mente na Palavra de Deus aprender a pensar, sentir e decidir segundo Cristo. Podemos ser cooparticipantes da “natureza divina” (2Pe 1:4), ser a imagem e semelhança de Jesus Cristo. Comece hoje mesmo uma nova vida, Deus te abençoe!



Referência Bibliográfica:

Den, Benne. A Vida debaixo do sol e o mais extraordinário projeto de vida. Viena Gráfica e Editora. 2ª Ed. - 2007.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

A instituição responsável pela educação é a família e não o Estado

As crianças e adolescentes de nosso país estão sofrendo violações de direitos fundamentais inerentes à sua faixa etária. E uma das mais r...