segunda-feira, 10 de outubro de 2016

A obra da Criação - Parte V


 Em nosso último estudo vimos o que Deus criou no quarto e quinto dia. No quarto dia Deus trouxe à existência os corpos celestes. A maioria dos corpos celestes conhecidos e estudados pela ciência atual, como planetas, as luas, as estrelas, e as galáxias, foram trazidas a existência no quarto dia da criação. Eles não passaram por estágios evolutivos. No quinto dia Deus cria os animais que vivem na água e os animais que voam no ar. Vejamos agora o sexto dia:
6º Dia: “Disse também Deus: Produza a terra seres viventes, conforme a sua espécie: animais domésticos, répteis e animais selváticos, segundo a sua espécie. E assim se fez. E fez Deus os animais selváticos, segundo a sua espécie, e os animais domésticos, conforme a sua espécie, e todos os répteis da terra, conforme a sua espécie. E viu Deus que isso era bom. Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra. Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra. E disse Deus ainda: Eis que vos tenho dado todas as ervas que dão semente e se acham na superfície de toda a terra e todas as árvores em que há fruto que dê semente; isso vos será para mantimento. E a todos os animais da terra, e a todas as aves dos céus, e a todos os répteis da terra, em que há fôlego de vida, toda erva verde lhes será para mantimento. E assim se fez. Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. Houve tarde e manhã, o sexto dia” (Gn 1:24-31).
No sexto dia Deus criou os animais terrestres, criou o homem, trouxe os animais para que Adão desse nome a todos eles e ainda criou Eva (Gn 2:19,20). Em seis diferentes ocasiões no relato da criação, Deus declara que sua obra da criação é boa, com o clímax no último dia: “Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom” (v:31). O homem é a coroa da criação, o ser mais importante. “De glória e de honra o coroaste. Deste-lhe domínio sobre as obras da tua mão e sob seus pés tudo lhe puseste” (Sl 8:5,6). Adão e Eva, como primeiro casal, representavam o início da vida em sociedade; a tarefa deles de cuidar do jardim, a primitiva tarefa da agricultura, representa o início da vida cultural. A responsabilidade do homem era cuidar, guardar e desfrutar da criação. A política, trabalho, educação, artes, lazer, tecnologia, indústria deveriam ser desenvolvidos com os padrões estabelecidos por Deus, conforme o Mandato Cultural em Gênesis 1:28.
Somos informados desde crianças, tanto pelas nossas instituições de ensino quanto pela mídia, que todos os seres humanos evoluíram de um ancestral comum aos chimpanzés e gorilas, que viveu num passado distante de centenas de milhares ou milhões de anos, provavelmente no continente africano. A teoria da evolução humana não é nada mais que uma teoria. Essa teoria não é comprovada cientificamente. E uma teoria somente deixa de ser teoria quando ela for comprovada. O homem foi criado como imagem e semelhança de algo pré-existente: o próprio Deus. A Escritura nos diz que o que distingue o homem dos animais é precisamente a imagem de Deus. Portanto, a imagem de Deus não pode se referir ao corpo do homem nem a sua aparência. Ser a imagem de Deus significa que o homem é uma mente racional, isso significa que ele nos fez com atributos semelhantes aos seus, como justiça, amor, bondade, santidade, porém, o pecado distorceu a semelhança de Deus criada em nós, e somente através de Jesus Cristo podemos voltar até ele e vivermos para a sua glória até o dia da glorificação em Cristo quando ele voltar (Rm 8:17-23). Para que estamos aqui? Para refletirmos quem é Deus!
No próximo estudo aprenderemos sobre a origem das variações genéticas nos seres humanos. Qual seria a cor da pele de Adão e Eva capaz de produzir descendentes com todas as variações de tonalidades de peles encontradas hoje (várias raças)? E quanto tempo Adão poderia ter levado para dar nome a todos os animais domésticos, selvagens e as aves? Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

À procura da Felicidade

Em 2006 um filme estrelado por Will Smith retratou a história real da vida de Chris Gardner, um empresário norte-americado, investidor...